Arquivo da Categoria: Contos Eróticos

Fantasias a pedido

TEXTO ERÓTICO M|18 󾬥 󾬥 󾬥󾬥 󾬥 󾬥
Retribuição do desafio da #Lilith
A nossa amizade é curiosa, não é só colorida, é um verdadeiro arco-íris.
Passamos meses sem nos vermos, inevitavelmente assim que nos reencontramos acabamos nos lençóis, temos uma química surreal no bom sentido.
Nas tuas próprias palavras seríamos péssimos namorados, gostamos demasiado de controlar, personalidades demasiado rebeldes e independentes, como amantes somos fogo e oxigénio, combinação perfeita. Destemidos, aventureiros e acima de tudo sinceros mutuamente, comprometemos-nos a realizar as fantasias eróticas um do outro e, na verdade temos criado momentos mágicos e inesquecíveis.
 
Espero hoje realizar-te outro desejo.

Continuar a lerFantasias a pedido

Alguém na minha condição

Não adianta, não vale a pena! Não consigo f@der sem fazer amor!

Meu alter ego bem me guia para constantes engates, divertimentos one nigth stand mas meu corpo nega, meu Eu racional abana comigo e diz-me de forma subtil que não é disso que eu preciso.
De que vale uma lap dance quando o que eu preciso é de cafuné?
De que me vale uma noite de copos e folia quando o que eu quero mesmo é o sofá e Netflix com ela?
De que me vale despir o corpo quando não consigo despir a alma?
Nem todos sabem Amar e muito menos sabem f@der. Numa conversa saiu-me uma frase que agora uso:

“F@der é fastfood, fazer amor f@dendo é gourmet!”

Nunca esta expressão fez tanto sentido! Nunca na vida pensei em concordar tanto comigo!
É qual a causa disto tudo?
O que está por detrás deste dilema que me atormenta de uma forma tão subtil mas causa estragos tão grandes?
Ela. Aquela. Tu.

E esta cabeça de burro pensa de mais, age de menos e congela, não faz o que devia fazer.

Talvez por medo de mexer nos confins do meu coração e da minha mente… Ou medo de mexer com os dela, sabendo eu da sua condição. Estes receios levam-me a Friedrich Nietzsche, neste pensamento adaptado.
“Sou demasiado orgulhoso para acreditar que uma mulher me ame: seria supor que ela sabe quem sou eu. Também não acredito que possa amar alguém: pressuporia que eu achasse uma mulher da minha condição.

© O Vizinho 2017 #69letras

Sala do Presidente

TEXTO ERÓTICO M|18  🔞🔞🔞🔞🔞🔞
Tarde de um Domingo solarento e enfiada em casa. Olho para agenda do telemóvel e começo a passar todos os nomes..
De repente o telemóvel toca e mando um pulo.
Do outro lado da linha, oiço a sua voz grave e grossa, que me fez arrepiar a espinha.
– Olá doce. Que estás a fazer doce? Queres ir dar um passeio?

Continuar a lerSala do Presidente

Corpo cansado mas guloso…

Hoje acordaste mais tarde, cansada e sonolenta.

“Dói-me o corpo todo!” dizes-me com um sorriso safado. Não seria para menos. Os teus gemidos e suores, as nossas posições e as tuas suplicas durante todo o tempo que foste minha só poderiam ter como consequência um acordar com teu cansaço e satisfação.

Mas é teu cansaço e satisfação, não meu. Eu acordei com mais vontade de ti, de te sentir na minha pele, de provar o teu suor e o teu agridoce.

Estou a fazer as tuas panquecas de doce de mirtilo quando apareces com a minha t-shirt, de meias até ao joelhos e cuequinha de algodão branca. Cabelo preso e óculos. Quase que estragava o nosso pequeno almoço. Peço-te os pratos e ao te pores de bicos de pés o teu belo rabo fica evidente, e a beleza do teu corpo ainda mais notória com a luz do sol a raiar pela janela dentro.
“Acaba de comer e vem ter comigo ao quarto. Tenho uma surpresa para ti”, digo-te com um tom de voz carregado de vontade. “Sim senhor!” respondes.

De Plug na mão e lubrificante na outra espero-te à porta do quarto e sem te dizer nada deitas-te e empinas o rabo. Adoro quando te subjugas desta maneira para mim, com vontade de usar todos os presentes que te ofereço.

“Já sabes o que te espera, não sabes?”Acenas com a cabeça e esboças novamente esse sorriso safado, e no momento que te coloco o plug libertas aquele gemido intenso, longo e profundo. Pedes-me para te preencher todo a tua tesão, e sem demoras ocupo-me de todo o teu corpo com o meu corpo. Numa bela dança de desejo e vontade, com muita intensidade o teu primeiro orgasmo não tardou. O segundo também não, sendo que o terceiro só veio quando eu quis… quando o meu pode acompanhar…

“Teu corpo ainda está cansado? Ou aguentas o brinquedo-surpresa?”
Teus olhos ficam arreguilados e o teu sorriso rejubila…
Hum… vamos ter que tirar a dúvidas, não vamos?

© O Vizinho 2017 #69letras

Reencontro

Conto Erótico | M18

O tempo que esperei para te reencontrar foi tanto que quase apagou da minha memória o teu sabor, o teu toque, o teu cheiro… A ansiedade que me invadia naqueles minutos que antecederam sacudiram os meu sentidos e quase me fizeram temer que os resquícios que tinha de ti fossem um truque da minha mente perdida na vontade de te fazer meu outra vez…

Fiz a caminhada que nos aproximava de coração já acelerado por avistar o olhar, o sorriso e a barba que preencheu os meu sonhos ultimamente.

E depois… a voz… essa fez-me querer possuir-te ali mesmo mas o  pudor e bom senso que restavam do meu ser ciente impediram-me. Amena cavaqueira no caminho que nos levava ao ponto onde íamos fazer o nosso mundo girar, com as libidos aos gritos e chegamos…

Ahhh  esse beijo… esse era ainda melhor do que a minha memória contava, e o toque… ah és tu, és mesmo tu…

Anda cá… não importa de que forma me coloques, se sou eu quem te domina… Somos nós e tudo pára! Perdes o teu tempo a saborear cada centímetro meu e perco-me, entrego-me entre espasmos de prazer que acolhes com uma tesão descomunal e deliciosa que faço questão de receber onde a queiras depositar… já não sou eu, sou o ser que criámos nestas horas sempre contadas que sabem a céu e são sempre pouco… sou cega devota ao prazer, e dedico o tempo devido na retribuição e aí é a minha vez de gozar ao ver o quanto o teu corpo reage a mim…

Vejo o nosso reflexo quando somos uma só alma, um só corpo e prendo na memória… É tempo de lavar a alma guardando o sabor de cada um dos orgasmos, é tempo de seguir caminho… Até já bicho…

© Vicky M 2016 #69Letras

Dia de piscina

TEXTO ERÓTICO M|18  🔞🔞🔞🔞🔞🔞
Mais um dia de preguiça.
Hoje não me apetecia ir para a praia, por isso resolvi ficar por casa.
Enchi a minha piscina, fui buscar a cadeira de repouso, coloquei-a debaixo da laranjeira. Biquíni vestido, toalha e um cocktail de morango.
Estava um dia quente com uma brisa suave.
Estendi-me e senti os raios abraçarem o meu corpo, fechei os olhos e deixei a minha mente deambular, à espera que a inspiração surgisse para escrever.
Já há algum tempo que ando com bloqueio, precisava de sossego. Não sei quanto tempo passou, mas de repente senti salpicos de água no meu corpo.

Continuar a lerDia de piscina

Bom dia 🐼

Conto Erótico | M18

Gosto de te ver dormir… O teu semblante tranquilo, o teu corpo em repouso, tudo meu…
Gosto de te ver, respirando compassado, inspirando ocasionalmente, apaixonado até nos sonhos… Mas sabes o que gosto mais? Acordar-te… Continuar a lerBom dia 🐼