Arquivo da Categoria: Annastasia

A melhor sangria que bebi

Querida! Já viste a bela tarde de sol de hoje? Apetece-me fazer algo… Sei lá!
Olha! Vamos estender a rede na varanda e prostrar-nos a contemplar o mar? Eu e tu, o sol e a brisa marítima. Ah! Podemos juntar uma bela e refrescante sangria de frutos vermelhos...

Hum.. A ideia agrada-me… Aliás, cresceu em mim um sentimento de nostalgia. Lembras-te da última vez que bebemos sangria de frutos vermelhos? Onde a saboreaste, e quando nos começou a subir o álcool à cabeça?

A melhor sangria que bebi! Aquele saber impetuoso e almiscarado do teu ventre deixou-me completamente fora de mim. Senti o salgado da tua pele suada, a doçura da humidade dos teus lábios, o calor do teu peito finalizando com a magnífica contemplação de todo o teu corpo… Ai! Preciso mesmo desse refresco pela minha garganta e pela boca!

Levantar-me deste sofá para te servir, é o meu maior prazer. Não me olhes assim enquanto ando por favor! O teu olhar encadeia-me de tal forma, que faz com que eu não consiga pensar em mais nada… Só em ti… Na sangria… na cama de rede… Na fruta no meu corpo… na tua boca na fruta… Ok. Calma! É melhor abrir o frigorífico, preciso de “arrefecer”…

É impossível não olhar para ti, deixar a imaginação fluir e o desejo subir. Cada passo que dás em bico de pés é de uma sensualidade brutal que me deixa prostrado e encantado com a tua beleza.
Vem, anda… Vamos nos encontrar nesta cama de desejo e vontade onde nossos corpos só desejam estar juntos a maravilhar este belo por do sol…
Anda, sai desse frigorífico e anda te deitar ao meu lado mas não tragas o gelo pois se o fazes não me responsabilizo pelos meus atos..

Adorava saber o que vai na tua cabeça nestes 2 minutos que demorei… Será que me vais mostrar o que penso? O que anseio? Será que tens noção do quanto te desejo? Do que me apetece fazer-te neste momento? Mesmo que não saibas, faço questão de te mostrar. Sirvo-te a sangria a olhar-te nos olhos… Com a ponta dos dedos, tiro um morango do teu copo, coloco-o entre os meus lábios e beijo-te!

Esse beijo despertou em mim todos os sentidos e desejos que tenho em mim por esses lábios de fada, por esse corpo escultural e curvilíneo onde me perco sempre que te encontro.
Querida, promete-me que não saímos mais daqui…

Sinto que não tenho mais nenhum lugar para estar, a não ser nos teus braços. A vontade é imensa e o desejo tornou-se incontrolável. Quero que o mates mas que mantenhas a chama da paixão viva para nos perdermos um no outro…

Minha Princesa. Hoje fazemos Amor ao som das ondas, à brisa do mar e à luz deste maravilhoso sol que nos aquece.
Hoje somos unos e presentes, apaixonados e quentes. Hoje selamos novamente o nosso amor e a nossa paixão nesta sintonia e desejo.

 

Annastasia
&
O Vizinho 
© 69 Letras 2017

Uma historia, muitos actores principais…

Vizinha

Merda de dia. O trabalho correu-me mal, discuti com o meu gajo e ainda fui molhada por um carro à beira da estrada. Porcaria das poças!

Eu, o Manoel

Boleia…um sinal vermelho vem mesmo a calhar, não consigo tirar os olhos dos seus joelhos e collants molhados…

Annastasia

Ups… Por estarem tão justos á pele, os collants rasgaram.

Sinto-me incrivelemente envergonhada mas ao mesmo tempo excitada…ai ai…

Vizinho

O seu embaraço é notório assim como a minha excitação. Seus lábios estão roxos e suas pernas tremem.

É meu dever aquecer por isso tiro minha gabardina, saio do carro e cubro-lhe as costas assim como o rasgo nas collants.

Lola

Acompanho aquela figura masculina até ao seu carro enquanto ele me cobre o corpo com a sua gabardina. O calor das suas mãos à minha volta, o cheiro do seu perfume penetra-se pelas minhas narinas aumentando a minha excitação. Inebriada por aquele momento deixei-me ir. Aceitei a boleia.

100Modos

Ao entrarmos no carro criou-se um silêncio constrangedor seguido do embaraço quando ela tenta colocar o cinto de segurança com pressa e desastradamente. Vendo tal aparato decido ajudá-la e sem querer as minhas mãos tocam nas suas aonde ela sem hesitação as agarra. Estava fria e eu, ao cruzar meu olhar com o seu, fervia.

Miss Kitty

De repente caiu-me a ficha. Que fazia eu num carro com um estranho? Gelei mas não deixei transparecer a inquietação. Porém ao tentar pôr o cinto desastradamente, denuncio-me. Ele tenta me ajudar gentilmente, nossas mãos tocam-se não se largam mais…

Ele está quente. Tão quente que o seu calor que trazia no olhar aliado à minha excitação e ao seu perfume que me inebria volta a deixar-me ir e dar-lhe um beijo sôfrego que o deixa sem reação.

Inquilino

Surpreendido devagar desço os meus lábios sobre o seu pescoço até a sentir ficar de respiração ofegante e o pulsar das suas veias na minha língua deixam-me com uma excitação tal que paro o carro e puxo-a para o meu colo.

The Oyster

Aqui estou eu no seu colo, de collants desfeitas, saia pelas nádegas e a sua ereção colada à minha tanga e o seu olhar no meu peito arfante. Sinto-me depravada com um toque de decadência mas sabe tão bem esta loucura…

Nmaufeitio

 Sensações inebriantes que me deixam louco, na minha mente cruza-se o pensamento de quem seria a musa capaz de deixar-me naquele estado infernal de tentação. Desejo saboreá-la, estou completamente perdido de desejo…

Vicky M

Desisto de tentar perceber ou resistir e entrego-me à luxuria do beijo que anseio desde que senti aquele calor, desde que as suas mãos me tocaram, nossos olhos se cruzaram…

Sugo o desejo no mesmo ritmo que ele me suga a humidade e a vergonha de estar naquele estado.

Incógnito

Estado que me faz despir tudo, a vergonha evapora e o querer apodera-se de mim.

Desejo carnal que me assola… toques, carícias, beijos e as nossas mãos percorrendo nossos corpos.

Peregrinus

Estou encharcada mas pouco me importa. Quero sentir o desejo dele dentro de mim.

King of Mysteries

Não há como fugir ao chamamento que é o teu corpo.

Mata-me de prazer e serei teu escravo… Faça sol ou faça chuva!

Marie

À medida que os nossos corpos ainda molhados da chuva se deixam perder na intensidade das sensações, tenho os meus olhos fechados, o o prazer deste fogo simplesmente tomando conta de mim, neste momento em que ele me pega no rabo. Sinto-o exposto encostado à minha humidade que ferve, lenta, muito lentamente sinto-o a penetrar-me. Sinto um arrepio pelo corpo, não sei se me venho, não quero parar…

7th Sin

O teu desejo é notório.

Ao penetrar-te, sinto-te quente e tudo para à nossa volta. O cheiro a sexo e desejo invade o nosso espaço como que envolto numa luxuria inebriante.

Sussurro-lhe ao ouvido; ” És minha!”

Miss Steel

Suas palavras queimam-me a libido e atiçam-me os sentidos. Quero-o! Sinto-o!

Em todo o seu esplendor também ele me pertence.

Guerreiro

Possuímo-nos um ao outro sem pudores. Ela é minha e eu sou seu.

A luz desta lua enorme que agora nasce banha os nossos corpos e deixa-a mais louca ainda de tesão…

PDA

Acordo lentamente e tento orientar-me. Onde estou? Como vim aqui parar? Da cama onde me encontro vejo o que resta da minha roupa espalhada pelo chão. Senti no rosto o sabor de uma mulher plenamente satisfeita que acredita apenas na sinceridade do desejo carnal.

Ricco

 Nem sei como consegui trazê-la cá para casa. Aqui no condomínio 69 onde vivo feliz, tenho a certeza que o pecado irá prevalecer novamente.

As nossas roupas continuam espelhadas pela casa e eu vou penetrá-la novamente mas desta vez no meu leito de prazer.

Sweet Sin

A noite passada foi tudo menos enfadonha! Quem diria que eu iria chegar até aqui?

O dia amanhece…depressa chega a noite …

E com a noite tudo recomeça…

“Palavras mágicas”

Texto Erótico M18

Adoro iniciar a noite contigo..

Com um copo de vinho tinto que me deixa relaxada..
O Martini Dry a acompanhar o Cheese Cake incrível que trouxeste, não esquecendo de deixar um pouco para o resto da noite..
E queres saber a razão?!
Simples..
Quero sentir-te de uma maneira diferente.
“Palavras mágicas”
Começo por tirar-te a camisa branca que tens vestida..
Cada botão que te desaboto, transmite o desejo de ta tirar na totalidade..

Tocas-me de uma forma subtil.. Sabes que sou eu a dominar!

Levanto-me do sofá e vou em tua direcção..
Olho-te profundamente com o intuito de te fazer sentir o meu desejo..
Sento-me em cima de ti e abraço-te..
Sei que o pescoço é o teu ponto fraco… Por isso suspiro na tua orelha enquanto a mordisco e vou em sua direcção. Soltas um gemido ligeiro e puxas-me o cabelo para ficar frente a frente ao teu rosto. Ferras-me o lábio enquanto me inclinas a cabeça para trás e a tua mão percorre a via rápida entre o meu pescoço e o umbigo, passando pelas minhas montanhas do prazer.
Fico louca quando me dizes para te mostrar uma outra forma de beber o martini.
Com aquele “jeitinho de pernas” desaperto-te o cinto das calças pretas que trazes vestidas e desaperto os três botões que fazem com que os teus boxers azuis se predominem..
Nota-se a “dureza” da tua tesão! Tens noção do quanto isso me excita?

Repentinamente, saio de cima de ti e de joelhos no chão tiro-te as calças de vez. Olho-te nos olhos e esboço o meu sorriso mais maroto..

Levanto-me e vou buscar o tão doce martini..
Sirvo-te um cálice e peço-te para  o saboreares como se fosse eu.
Assim o fazes!
Ajoelho-me entre as tuas pernas… Tiro-te as calças, os boxers e enquanto te olho provo um pouco do aperitivo.. Não.. Não quero engolir.. Prefiro que o sintas em ti..

Hum.. Sentiste!?
Então imagina como vai ser quando terminar o copo..

Annastasia #69Letras

 

Tens interesse em me conhecer? É que eu tenho todo o gosto em me apresentar…

Não sei quem tu és, mas quero falar contigo..

Podes não acreditar, mas já te espero à algum tempo.
Idealizo-te várias vezes com um sorriso nos lábios, enquanto me questiono acerca da cor dos teus olhos, o toque da tua pele, o tom dos teus cabelos…
Se és alto o suficiente para eu estar ao teu lado de saltos altos e ficar pelo menos da tua altura, para ser simples alcançar o teu beijo.
Se gostas de desporto.. Ou pelo menos caminhar, para podermos dar uma volta pela Foz do Douro ou pela Praia de Miramar..

Vinho tinto? Gostas? Adorava poder degustá-lo contigo numa mesa de madeira, naquela esplanada da Ribeira a contemplar a ponte de Dom Luis I.

Sabes, adoro comer!
Podíamos ir à Tasca “Badalhoca” e petiscar umas moelas, um prato de polvo e beber o famoso “Espadal”. Ou então, comer um bom frango assado com salada em dias de calor… Bastava estar ao teu lado para ter outro sabor.
Tão bom poder te ligar ou então ler o teu nome do meu telemóvel ao final de um dia exaustivo de trabalho.. Inevitável o meu sorriso rasgado..
.
Não te disse, mas adoro chuva, apesar de amar o mar! Fico feliz ao pensar que te posso abraçar nos dias frios, e te sentir ao meu lado nos dias quentes, em que só a tua companhia a alma me aquecia e enaltecia.

Tens interesse em me conhecer?
É que eu tenho todo o gosto em me apresentar…

Annastasia #69Letras

Fod@-se! Só me apetece te procurar..

Sinto-me embriagada..

E não é por ter bebido 2 garrafas de vinho branco a estalar..
Mas sim de amor por ti!

Fod@-se!
Só me apetece te procurar..
Te amar..
Voltar à loucura dos nossos dias..
Das nossas noites..
Aquelas em que o mundo exterior não existia..
Aquele em que criávamos apenas o nosso mundo, a nossa história, o nosso canto..

Tenho saudades..
De quando me fazias rir..
De quando me fazias vir..
Dos nossos momentos relaxados..
Dos nossos tempos passados..
E que eu fazia tudo para te tornar a ter..
Achas possível?

Eu não. Mas pagava para ver!

Annastasia #69Letras

Adorava despertar a tua atenção!

Adorava despertar a tua atenção!

Eu sei que não me conheces de lado nenhum a não ser pelas fotos que coloco. E se não fosses tu a colocar o primeiro “like” e a iniciar a primeira conversa, eu também não o faria, mas o que é certo é que tens algo que me deslumbra..
Que me questiona..
Que me faz te querer conhecer..

Possivelmente, olhas para os meus textos e imagens e como qualquer outro homem, deves pensar que poderei ser alguém que não quer partilhar a felicidade com ninguém..

Possivelmente, não me dás grande conversa pelo facto de não me conheceres pessoalmente e, não te ocorre sequer a possibilidade de isso poder vir a acontecer.

Eu não sou mulher de puxar assunto com quem não conheço. Confesso que não estou habituada a tal situação. Mas telepaticamente eu tento falar contigo, será que me ouves?
Provavelmente não.
Mas aguardo que um dia te consiga despertar a atenção e percebas o tempo que perdeste por não me teres conseguido escutar.

Annastasia #69Letras

 

Por vezes sinto-me presa.. Presa a uma história com um fim ilusório!

Não sei o que dizer..

Sinto um turbilhão de emoções dentro de mim, mas quando quero falar, todas elas ficam presas na minha garganta o que faz com que o meu coração bata ainda mais forte.

As saudades são tão devastadoras por vezes..
Fazem com que não saibamos o que fazer.
Por vezes até nos sentimos umas “baratas tontas”, com os pensamentos mais confusos, que perdemos o rumo, a noção e a direcção do nosso caminho.
Sentimos que precisamos de fazer uma coisa, mas na realidade o que temos de fazer é exactamente a inversa..
Já me tentei colocar como espectadora do filme da minha vida, para me ajudar a pensar..
Mas como, se o nosso beijo não foi técnico, se o nosso abraço não foi ficção e se o nosso sentimento não foi uma mentira..?
Por vezes sinto-me presa..
Presa a uma história com um fim ilusório!

Mas a vida real não tem um guião para seguirmos..
Não tem um amor definido, por muito que acreditemos no destino..
Não tem acasos, apesar de acreditar que eles também não existem..
E por último, não tem sempre um final feliz..
Mas pode ter felicidade em cada momento..
No meu filme, foi isto que vivi contigo!

Annastasia #69Letras