The Lingerie Restaurant | Uma experiência a não perder!

Ganhar o voucher para ir jantar ao The Lingerie Restaurant foi a desculpa perfeita para sair da rotina. Confesso que apesar de já ter visitado o site e ter visto imagens e de as reviews[…]

Sim, também choro. E então?

E com orgulho. Porque prezo e tenho medo. Algum problema em se sentir medo em perder algo que amamos? Esse conceito de que um homem não chora é a maior parvoíce que já ouvi. Todos[…]

O tempo é relativo…

Dizem que o tempo é relativo… A verdade é que quando estou contigo não existe controlo do tempo, esquecemos da sua existência e voa. Voa de forma imperceptível. Incalculável. Podem passar-se horas e nem notamos.[…]

O poder do abraço

O quão poderoso é este acto. Impressionante. Muitos desejam um beijo, outros palavras. Mas nada se compara a um abraço. Aquele abraço. Aquele abraço que nos alivia depois de um dia de caos, aquele abraço[…]

Senta-te comigo

Às vezes sinto-me naquele banco, sozinho. Nem todos o vêem, pois não é qualquer luz que o ilumina. Nem sempre quero falar, só quero que alguém partilhe aquele espaço comigo. Podem ser 5 minutos, 2[…]

Vamos fazer o mundo parar

Sempre de tempo contado… Dizem que o tempo é dinheiro. Sim, admito. Entre nós é ouro. Ansiamos durante eternidades, contamos os minutos incansavelmente com o coração prestes a saltar pela boca. De mãos geladas e[…]

Letras com um tom diferente

E quando as palavras te saem ao contrário daquilo que pretendes? Tens a cabeça ocupada com questões e medos. As vezes até é medo do óbvio. Escreves, escreves e apagas. Lês e voltas a ler[…]

Continuo a não ser o tal

O tempo passa mas os momentos ficam. Sinergias passadas que não desistem de habitar neste presente. Tento mas o tempo não passa. Memórias a cores que tornam toda a realidade monocromática. É uma angústia que[…]

Oh, se tu soubesses!

Não sei se tens a noção. Se calhar de alguma forma o sentes. Num arrepio, num pensamento ou até mesmo num estado que desconheça. A verdade é que se soubesses não sei se te atreverias.[…]

Grandes favores

Texto Erótico | M18 Noite louca. Estava acelerado com tudo o que se passou. Doíam-me bastante as pernas ainda tensas daquele aparato todo. Mal tinha descasado com a cabeça, congestionada de pensamentos, sentia o palpitar[…]