Sou estranha

Tenho perfeita consciência da minha estranheza. Mas o facto de eu ser estranha não é para qualquer um apreciar mas sim respeitar. Porque é a minha maneira de ser. Meu carácter pessoal, único e exclusivo. Como o de qualquer outra pessoa.

Sou estranha aos olhos dos outros. Mas já convivo comigo própria há tanto tempo que já nem ligo… 

Tenho umas manias meio esquisitas. Sim, não acreditam? Então passo a explicar. Tenho a mania de dar os bons dias a toda a gente. Seja a estranhos na rua, como aos meus contactos nas redes sociais. Mesmo àqueles que não passam de contactos com uma foto de perfil. Sei, estranho não é? 

Outra estranheza minha é o facto de me preocupar com as pessoas e perguntar-lhes se estão bem. Realmente um disparate, já sei, mas inevitável para mim. Sabem aqueles colegas de trabalho com que raramente se cruzam? Pois até esses pergunto se estão bem! Uma coisa que incomoda bastante, de facto, aquele “olá, tá tudo bem ctg?” mas que para mim sai tão naturalmente. 

Outra capacidade minha é dizer a verdade na cara, conseguindo dentro da maneira possível mantendo o respeito, e resolver conflitos cara a cara. Horrível! Só isto, avaliando pela reacção de certas pessoas, justificava uma cruz vermelha na porta e um letreiro a dizer “Persona non grata”! Para quê que eu tenho de dizer às pessoas o que penso de negativo quando posso muito bem estar calada, sorrir e dar graxa. Assim caía nas boas graças dos chefes, superiores, vizinhos e afins. Mas não.

E admitir os meus erros ou simplesmente admitir que não concordo. Defender o que acredito ou simplesmente defender-me. Mas que parvoíce! Nem sei onde ando com a cabeça às vezes! 

Quem me manda ser verdadeira e genuína. Reles ou cabra. Já deveria saber que isso são tudo qualidades que se aprecia só da boca para fora porque na realidade, confrontarmo-nos com esse tipo de pessoas é desconfortável.

O melhor mesmo é afastarem-se de mim. Virarem a cara, comentar com o vizinho que sou louca e nunca mas nunca tentarem-me perceber. Ui! Deus vos livre! Podem apanhar uma doença qualquer… 

 

©Miss Steel 69Letras 2017 

Deixar uma resposta