Sedento de ti…

Aqui me vês sôfrego de viveres!
Faminto do teu corpo!

Sedento do teu sabor!
Desejoso de te ter,

Ansioso pelo próximo sentir,

Viciado no querer…

Estar inebriado pelo teu gemer.
Absorvido pela conquista,

Enraivecido pelo saber…

Da experiência que me guia

Certo do momento de te ver….
O teu corpo despido de fronteiras,

Decidido a se abrir,

Às vontades do meu desejo

Que me encobre a razão.
Permites que te tome,

Abres a tua fronteira…

Sem vontade de me travar

A invasão do teu oculto lugar.
A voz de homem em orgasmo

Marca o momento em que me venho,

Espalhando o calor no teu ventre

Sedento do meu fogo a escorrer….

©Read Mymind 2017 #69Letras


Deixar uma resposta