Prisioneiro da tua vontade

Há vontades mais teimosas que fantasmas, tal como há vícios mais poderosos que as próprias vontades.
Este meu vicio de ti é um deles, está cravado em mim, está tatuado, perpetuado, é algo avassalador, arrebatador, que contraria o óbvio e talvez até a sensatez.
Sinto-me teu.
Sou como um barco amarrado ao cais em dias de mar revolto,
Sou como um garrano amestrado e aprisionado contra a sua vontade.
Dominas-me.
Sinto-me prisioneiro de ti, desse teu corpo de mulher madura que me enlouquece, desse teu caminhar distinto, seguro, desse teu olhar penetrante de quem sabe o quer.
Sinto-me perdido pelo teu quadril, pelo teu dorso, pelo teu rabo empinado que possuo sem reservas nas noites mágicas em que gritas bem alto o meu nome.
Sinto-me teu….
Sou teu….
Gosto quando me guias pela tua teia de sedução, aquela que trilhas a cada minuto em que estamos juntos.
Tu sabes que me possuis e fazes-me escravo dessa tua vontade, vagueias livremente nos meus pensamentos, nua, em pose de provocação, deixando-me à beira da loucura.
Eu sei que é insano, profundamente insano, tal como é insana esta minha vontade que me chames para junto de ti, para ser por fim ser usado outra vez.
Sou teu….
#PSassetti #69Letras 11/05/2017

Deixar uma resposta