Permite-te cair, para depois levantares

Sei que estás cansada minha amiga. 

De batalhas travadas no balançar da corda bamba da vida. 

Onde os problemas parecem não ter fim. 

Onde já deste tudo de ti. 

Vais em queda livre num abismo. Sem forças. No negativismo. 

Deixa-te cair. Permite-te esse tempo e espaço para repousares. 

Porque enquanto cais, recuperas forças. 

Porque lá no fundo do abismo, és invisível, impermeável. Nada te poderá fazer mal. 

E lá no fundo renasce. Depois de todas as lágrimas derramadas e poeira sacudida, reergue-te. 

Aprende a andar se tal necessário for. Mas volta ao mundo dos vivos e à luta. 

Teu destino é ser rainha, minha amiga, para isso regressa à vida! 

Já rastejaste, agora anda! Corre! Corre para a vitória que te aguarda! 

Autora da página Deusa Do Caos

©Miss Steel 69letras 2017 

 


 

Deixar uma resposta