Laços da Alma

Almas condenadas a reviverem vezes sem conta o seu amor
Amor vivido de diferentes formas, diferentes épocas.
Por muito que queiram fugir deste destino,
Desta tortura, acabam sempre por se encontrar.
A sensação de que já se conhecem, mas não sabem de onde.
Pequenos gestos, determinados eventos,
fazem aquelas almas acordar em mais um corpo que não é o deles.
Revivem tudo de novo, não se resignam a estar separados.
Cada época que renascem, tentam fazer tudo diferente,
mas o destino é traiçoeiro.
Separa-os de novo.
São laços da alma condenados ao infinito do seu amor.
©Lola 2017 #69Letras

Deixar uma resposta