Faz o que te digo

O que mais me tenta na vida é inspirar quem me lê, aplico na minha vida uma velha máxima, faz o que te digo, não faças o que eu faço, o que eu faço é de acordo com a minha forma de estar e nem sempre é a mais correcta, nem sempre ando aos saltos e a correr, louco pela vida, por vezes tenho aqueles momentos que batem forte e fico quieto a observar o mundo girar, as nuvens que passam por mim, o sol e a lua que se enamoram lá em cima no alto do céu, e por vezes ficar apenas quieto e com as antenas ligadas ouvindo o chilrear dos pássaros, observando todo um mundo que vive e faz por viver….

Quando troco ideias com alguém, sou o politicamente incorrecto, faz o que digo que tenho razão, embora eu não o faça, pois falta-me a vontade e o crer de o fazer, é tão fácil escrever estas coisas, mas tão difícil fazer elas acontecer, não que não seja capaz de as fazer acontecer, mas mais por comodismo, para que mexer e esforçar se estou bem assim?

Não, acreditem, não estou bem assim, nunca estive ou estarei, sou um ser humano, preciso do cafuné, preciso dos beijos, preciso dos carinhos, mas tudo dá trabalho, e no meio da preguiça que sofro, o ir ou não ir, é uma resposta que se toma fácil na nossa cabeça, mas quando partilhamos as ideias do que precisamos, a formula correcta é o insistir sempre no fazer, a vida e como o sangue que nos corre nas veias, se o sangue corre, umas vezes mais devagar quando estamos espojados olhando para ontem, outras vezes o sangue corre mais rápido e nem precisamos de correr, basta um beijo para a pulsação aumentar, para o desejo dar ar da sua graça, o coração aumenta a rapidez, entenda-se lá as suas razões, e tudo começa por um banal olhar, e porque não um beijo, afinal os olhos também comem, e o coração dá resposta a essas vontades, poderia dizer de capricho….

Façam por vocês mesmos o que eu tenho preguiça de fazer, olhem, vivam, apaixonem-se, enamorem-se, tudo é tão simples e basta duas pessoas quererem olhar uma na outra procurando as perfeições que as ligam, procurar defeitos é meio caminho para a desgraça…

Façam o que vos digo, não façam o que eu faço, acabam pessoas irritantes e com um feitio do piorio, é assim que sou, não escolhi ser assim, o tempo transformou-me assim, seduzo mulheres pelo que sei fazer melhor, roubar sorrisos as meninas que se me cruzam no caminho, não sou um Don Ruan que pisco o olho e elas desmaiam a minha passagem pela minha beleza, sou apenas um homem, simples, que as vezes, raramente sorri, mas adora numa forma muito simples colocar o sorriso nos lábios de uma mulher, e acreditem, sou crente que os olhos são o espelho da alma, e os olhos para o olhar certo, verá os olhos sorrirem, de prazer, de atenção, não são defeitos, são virtudes….

Termino mais um devaneio, não sobre mim, mas sobre vocês que se deram trabalho de ler, sorriam, quem sabe não nos cruzamos algures por aí, e eu vos retribua um pequeno sorriso, afinal a minha felicidade começa diariamente com um ar trombudo…. Ate ver um belo sorriso nos lábios de uma bela mulher….

 

NMauFeitio 69Letras® 27.02.2017

Deixar uma resposta