Entrega em crescendo…

Escuta….
Sente….
Deixa-te levar pelos sentimentos, pela luxúria.
Hoje quero que sejas a minha coelhinha.
Vem.. nessa pele branca e rosa.
Deixa-me acariciar-te, ouvir o teu gemer.
Sentir esse corpo frágil, trémulo debaixo deste flopper.

Absorvo…
Entrego-me…
Submeto-me às pequenas torturas que nos enchem ambas de fogo, sou a tua bichinha esta noite…
Contorço-me sob o toque por ora leve do chicote e vejo prazer nos teus olhos…
Fecho os meus e mergulho…

Ajoelha-te!
Submete-te aos meus carinhos
Quero-te só em lingerie
Deita-te!
Acaricia o teu corpo,
Deixa as tuas mãos percorrerem
As tuas partes mais intimas
Masturba-te!

Toco-me…
Leve, ligeira, já sei que me vais ordenar que não me venha… Quando queres és cruel…
Desta vez usas a chibata no meu clitóris enquanto aperto os mamilos sensíveis e duros e meto um e outro dedo dentro de mim…
Uso os olhos para te provocar mais…

Safada, estás a pedi-las!
Obriguei-te a parar.
Amarrei-te as mãos e o pés,
Prendi-te com os ganchos à cama.
Deixei o flopper brincar entre os teus seios
E a tua vulva.

Via o teu desejo aumentar, mas não iria deixar que atingisses o orgasmo.

Debrucei-me sobre o teu corpo nu,
Deixei-o sentir o frio do cabedal,
Contorces-te, mordisco os teus mamilos
à vez.
Soltas gemidos de coelhinha euforica.
Sento-me no teu focinho.
– Faz a tua Dona vir-se! É uma ordem!
Sabia que querias, porque em parte satisfazia a tesão que tinhas.
Estava quase no auge cravei-te as minas unhas nessa carne tenrinha, até marcar.

Sim… Quero sentir o teu mel. Escorrer-me pela cara, a espalhar-se na minha boca…

Devoro todos os centímetros da tua rata suculenta e faço-te esquecer tudo…
Por momentos sei que só sentes, só gozas…
Sinto o teu orgasmo na pele, na cara e ouço ainda que de ouvidos presos entre as tuas pernas…
Voltas a ti, chamas-me safada… Beijas-me a boca, apertas-me os mamilos e ofereces-me a minha recompensa de coelhinha ansiosa para ser f@dida… Os teus dedos vão direitos ao meu prazer e enquanto me chupas o peito e me fodes eufórica com os dedos venho-me, deixando-te encharcada…
Deliciamo-nos entre os teus dedos e os nossos​ beijos… Tempo de repouso…

©Lola & ©VickyM
#69letras

Deixar uma resposta