Dias em que te reencontro e me perco

Há dias assim. Dias que não são bons, que são de longe espectaculares… Mas que contêm em si, momentos que merecem memória. Que merecem ser recordados. O teu abraço, por exemplo. Aquele que me aperta e me levanta os pés do chão… Que me envolve no teu cheiro e me inebria com sons de viagem e tons de liberdade.

Esqueço-me de ti mas sempre que me abraças, volto a apaixonar-me e é amor à primeira vista.

Carregas a simplicidade que só um homem livre tem e eu quase me quero prender a ela. Quase sonho em fugir contigo. Fugir de mim para me encontrar nos mundos perdidos que abandonei. No toque das tuas mãos na minha pele, no escrutínio dos teus olhos de rio na minha alma. Há dias assim. Dias em que te reencontro e me perco no processo…

~Trollishka

#69letras

Deixar uma resposta