Sinceridade

Se acham que a sinceridade fere, têm andado enganados este tempo todo.
O que fere e magoa é a falsidade, as palmadas nas costas e sorrisos fingidos.
Odiamos que nos mintam, que nos façam passar por parvos.
Sentem-se mais confortáveis com uma mentira do que aceitarem uma palavra sincera.
Quem é ou tenta ser sincero é considerado calculista, frio,sem coração.
Talvez,
Mas têm a consciência tranquila de que estão a ser verdadeiros com eles próprios
Se pecamos por ser assim, talvez…
Se perdemos amizades por isso, talvez…
Mas mantemos-nos fiéis ao que somos
Se sou sincera, sou.
Peco por o ser e dizer coisas que muitas pessoas não têm coragem de o fazer.
Se perdi amizades, perdi.
Mas as que mantive, sabem que serei sempre sincera seja para o que for.
Não sei dizer mentiras piedosas, não entra no meu vocabulário.
Ao fim destes anos a minha sinceridade continua a ser o meu calcanhar de Aquiles, sim.
Porque não sei ser de outra forma.
Que ainda incomoda muita gente, sim incomoda.
Mas prefiro perder, a ter falsos moralistas.
Se algum dia se cruzarem comigo, não se admirem com a minha altivez.
Pois o que vêem é um rosto sincero, que não sabe fingir, que não sabe disfarçar
o que sente, nem o que diz.
©Lola 2017 #69Letras

Deixar uma resposta