“Gosto-te”

Sabes,
Gosto quando percebes as minhas vontades urgentes,
quando não ignoras o meu desejo pelos teus beijos,
ou a urgência que sinto pelo teu corpo.
Gosto quando te entregas sem porquês, sem razões,
Quando me dás esse teu corpo de menina,
ou quando me presenteias com os teus seios de mulher em chama.
Gosto quando teimas em sorrir sem razão,
ou quando lambes as lágrimas que escorrem pelo meu rosto,
e permaneces quieta a meu lado, em silêncio.
Gosto de pensar em ti quando me deito,
do amor que depositas em cada minuto que estamos juntos.
Gosto das tuas certezas,
gosto até da forma que ralhas comigo quando duvido de nós.
Gosto de ti, sabias?
Gosto da paz que trouxeste à minha alma, à minha vida
gosto da inquietude que trouxeste ao meu corpo.
“Gosto-te”,
alma  livre de coração cheio, que chegou e me amarrou….
Assim…
Sem razões.
#PSassetti #69Letras 15.04.2017

Deixar uma resposta