Ensina-me

Ensina me amar,
Já não sei o que é amar
Alguém como tu,
Demonstras ternura
Mas ao mesmo tempo
O teu rosto sério, rude diz o contrário
Vejo rasgos de desejo no teu olhar
Mas se fecho os olhos por segundos,
O que vejo é um olhar frio sem dó
Quero saber amar-te,
Ensina-me,
Mas por favor deixa-me entrar
Não foste o único a ser magoado
Não és só tu que tens receios
Do que o futuro nos reserva
Mas ama,
Vamos ensinarmos-nos mutuamente
Como amar neste presente.
Ensina a amar,
Quem eu quero hoje e no futuro.
©Lola 2017 #69Letras

Deixar uma resposta