Distante de mim

É frustrante…
Frustrante este meu estado incessante de inconsciência em estar ou não distante.
Distante… ausente.
Distante de ti, sinto-me distante do mundo.
Quando não estás em mim…
Distante de mim…assim fico só de pensar em ti.
Quando estou sem ti.
Distante de mim, quando me perco neste mundo tão frustrante sem ti.
Sem ti… desligo-me do mundo.
Sem ti, quando me encontro em mim…
Encontro-me em mim?
Não, se não estiveres aqui…
Encontro-me no mundo e
perco-me em ti e perco-te a ti
Perco-te de mim
Perco-te, cada vez que sais de mim e espero por ti sem saber quando me encontrarei de novo em mim, se aqui estivesses ao pé de mim perderia-me em ti, mas…
Perco-te a ti
Perco-te e perco-me também.
Perco-me nesta minha inconsciência da inocência de me perder
numa e noutra ciência.
Rumo à ausência…
Ciência?
Ciência na essência de te amar e não saber respirar perante esta minha existência.
E Respirar?
Respirar até parar, morrer.
Morrer?
Morrer de mim, por não estares aqui e seres-me e teres-me.
Morrer do mundo, morrer de tudo… morrer de ti.
A dor…
E a dor acaba.
Acaba a dor de me ter apaixonado por ti…

© Miss Lost 2017 #69Letras