Desejo-te

Liberta-me, solta-me as amarras,
deixa que os meus desejos naveguem livres pelo teu corpo,
que a minha língua se sacie na tua,
enquanto que os nossos olhos se cruzam nos silêncios da vontade.
Vem, mostra-me o teu lado secreto,
aquele onde os nossos medos não habitam e razão não tem entrada.
Onde corpos nus, mergulham livres nas águas límpidas do desejo,
e onde as nossas mãos se tocam e a nossa pele se funde numa só.
Beija-me,
entrelaça a tua língua na minha,
lambe-a num beijo demorado de prazer,
num daqueles beijos capazes de exorcizar os meus fantasmas e devolver-nos a vida,
daqueles que nos purificam, mesmo que despertem em nós os desejos mais insanos da luxuria.
Vem, toca-me,
Sente-me a enrijecer por ti,
pela tua vontade, por esses seios esculpidos,
por esse corpo de menina em pele de raposa.
Vem, acaricia-me,
Beija-me, …
toca-me….
engole-me…..
….Desejo-te….
©PSassetti #69Letras 03.04.2017

Deixar uma resposta