BDSM e coisas de trazer por casa!

Olá de novo!!!

 

É quarta feira mais um dia de falar sobre esta coisa maravilhosa que é o mundo do BDSM.

Esta semana confesso que parti a cabeça sobre o que ia escrever, então lembrei-me que muitos de vós (alguns eu conheço)  seguem a minha rubrica semanal e são praticantes, fetichistas ou malta assim pró Kinky.

Mas a maioria não mas tento adaptar o que escrevo de forma a que não seja informação demasiado técnica que de nada vos serve. Escrevo na rúbrica “Conversas sem Mordaças” e não “Como ser Top ou Bottom em 7 passos”.

Uma vez um amigo e autor da página 69 Letras perguntou-me: “Porque não escreves sobre como os leitores podem introduzir coisas do dia a dia em BDSM light?”

Então, aqui está:

BDSM e coisas de trazer por casa para vos inspirar!

Um Kit básico com coisas que estão à mão de semear. E assim não precisam de ir  a voar comprar corpetes e botas fetichistas, padlles e afins.

Neste sentido e apelando à criatividade vamos falar do que temos por casa que dá para inserir num cenário de “BDSM de quarto”

  • Para práticas de impacto: Colheres de pau, réguas, mão, rolo de cozinha, espátula de bolos

                                                                                                                          SPANKINGGGGG(amo réguas eheh)

  • Para provocar valentes cócegas: Espanadores daqueles de penas  (ODEIO DE MORTE cócegas)
  • Vendas ou mordaças: Lenços, gravatas, fitas de cetim, collants..! vocês puxem pela imaginação e irão descobrir que têm por casa diversos itens que dão para fazer restrição de movimentos.

ATENÇÃO: Não usem corda de estendal. Podem fazer queimaduras sem querer.

  •  Para fazer mumificação neste caso categoria de sensation play: fita cola  larga  e película aderente! (Sou fã da película aderente)

ATENÇÃO: Tenham em conta se  vossa/o parceiro tem algum trauma passado com restrição ou claustrofobia e cenas assim, o objetivo é proporcionar bons momentos e não sentimentos inversos.

  • És dono/a de um cão de médio ou grande porte?! Se sim boa, vê então se a coleira dele te serve e usam a trela e podem experiênciar uma coisa mais DS. (depois de tanto escrever sobre isto é bom que já saibam o significado de DS).

Se não sabem, perderam este texto: A,B,C do BDSM

Vamos lá usar os elementos ao nosso favor, já vos falei de Wax Play caso não se recordem deixo  Aqui o link  para terem noção do que fazer e não fazer, mas velas é uma coisa que dá bastante prazer e conseguimos arranjar facilmente.

Gelo não tem lá grande ciência acho que todos experimentamos levar com gelo numa zona mais sensível pode ser bom ou não depende da sensibilidade e manuseamento de quem o faz.

Mas podem elevar a fasquia! Que tal meterem agua num preservativo e vai a congelar?! hummm que vos parece um geladinho para meter num lugar quentinho e húmido???? ehehehe espero que entendam onde é pra meter o dito cujo.

Molas de estender roupa, ahhh isso é giro e dá para entreter um bom bocado! Já agora deixo aqui uma foto que encontrei na internet que vos pode trazer o lado mais artístico ao de cima.

 

Meus senhores (a mulherada fica de fora neste) se as vossas respetivas tiverem algum acessório que vibre e tal e coisa (vibradores) podem usar isso como tortura. Como?

Prendam-na a uma cama e digam-lhe que não pode ter um orgasmo mas façam de tudo para que isso aconteça recorrendo a um vibrador. É entretenimento ao mais alto nível… Tu vais adorar e ela vai delirar!

 

  • Role Play: para isto não é preciso grandes acessórios! E aqui já entramos num outro ponto que não tem muito a ver com BDSM e sim, com fantasias mas ambas podem-se complementar!

Afinal muitos homens têm a fantasia na cabeça da “French Maid” aquele fatinho fofinho com folhos o belo do salto alto e espanador na mão.

Experimentem inverter os papeis! Sim isso mesmo! Vocês de salto, vestidinhos sexy, meias de liga a andarem a limpar a casa enquanto as vossas respectivas vos humilham por não fazerem o serviço bem feito!

Não é para todos, é verdade, mas creio que já tinha tocado ao de leve na feminização forçada e podem experimentar isso.

Se dispensarem a parte “feminina” da coisa, duvido que as vossas mulheres reclamem de vocês andarem a limpar e a preparar o comer para as vossas Deusas, Rainhas e afins lá de casa. <3

 

A imaginação não tem limites nem os prazeres da carne – uiii gostei da expressão vou usar mais vezes.

 

Isto tudo para vos dizer, que podem usar objetos do dia a dia e introduzir na vossa vida sexual e apimentar as coisas com um pouco do BDSM à mistura.  Mas lembrem-se: cuidado com o que fazem. Alguma coisa estou aqui para esclarecer duvidas.

Se eu não souber pergunto a algum sabichão que saiba mais que eu…pronto está resolvido.

 

Por hoje é tudo pessoal, espero que tenham gostado da conversa e aproveito para deixar um pequeno desafio:

Sei que muitos de vocês que lêem os meus devaneios podem não querer interagir devido ao estigma associado a quem gosta ou se interessa por BDSM, mas eu quero vos a comunicar por isso podem mandar as perguntas que me queiram fazer sobre BDSM ou sobre mim eu assim que tiver uma boa compilação respondo (não a todas, se me pedirem o meu PIN do multibanco não vou dar).

Para facilitar a vida ao pessoal da página peço apenas que deixem uma referencia tipo “Pergunta para a Kat” assim eu vou vendo as vossas perguntas e posso tratar disso sem dar trabalho aos colegas da página #69letras, não se preocupem que não irei colocar o nome de quem fez a questão 🙂

Toca a puxar pelo “tico e teco” e fazer perguntas giras.

Espero que gostem da ideia, uma valente lambidela no pescoço e cá vos espero na próxima semana.

©Misses Kat 2017 #69letras

 

 

 

 

 

 

Deixar uma resposta