Apegada a ti

 

Apegada a ti este corpo que gela a tua ausência
Apegada a ti esta Alma sem dó
quando não te sente
Apegada a ti a minha respiração sufocada com a saudade de nós.
Sinto-me tão apegada a ti!…
E o que dói mais,
é o já não saber
desapegar-me de ti.
Apegada a ti o meu corpo
que se contrai de dor gélida,
nas nossas partidas…
A dor do meu sentir.
O meu corpo alimentado da memória a contorcer-se quando respira o teu corpo suado no meu.
Apeguei-me a ti,
pelo teu olhar que me despia,
pelo fascínio que me provocavas, pela curiosidade que criavas
em mim,
pelo sentimento que semeaste em mim.
Apeguei-me a ti, porque conhecer-te, foi como se tivesse acordado pela primeira vez na minha vida…
Apeguei-me a ti sem dar por isso…
Só quando senti que o coração tinha outro bater e que o meu sangue corria nas veias com dor.
A dor do Amor…
O Amor desse apego a ti
que dói sem saber de ti.
Apegada a ti e sem querer desapegar-me mais de ti.
E sobreviver já com a dor da tua ausência e sem saber quando te apegarás a mim!
Sem saber se o teu apego
em mim é igual ao meu por ti.
Apegada a ti assim estou numa desordem, que ninguém mais
me quererá pegar, porque são tantos e muitos pedaços
de ti em mim, que dificilmente
me encontrarão…
Quando estou apegada a ti,
trago comigo tanto de ti
em mim, que passamos
a ser um só…

©Miss Lost 2017 #69Letras