Alma e corpo

Arrebatas-me a alma, possuis-me o corpo… sinto-te o cheiro por entre a multidão, reconheço o teu toque, acendes-me todos os sentidos… os momentos juntos são pedaços de céu e sinto que vou parar ao inferno por querer consumir-te de forma exacerbada, animal…

Eu e tu somos instinto, carne e cumplicidade, pecado consciente, fogo irracional, beijo poético, carícias doces, sexo animal…

Somos assim porque bichos como nós só encontram no outro lado da lua a escuridão que ilumina as almas libidinosas… e corre eletricidade no olhar, chocolate no beijo, café nas peles que tresandam a prazer… cobra-me beijos e rouba outros tantos, reclama o meu corpo e deixa que te domine com a minha dança de deusa endiabrada… e deixa que te toque aqui, de longe, onde só nós sabemos que as nossas essências se encontram…

© VickyM 2016 #69letras

Deixar uma resposta