Vontades matinais

Vontades matinais

Nunca consegui explicar o porquê destas vontades, meras vontades.
O teu cheiro pela manhã intriga-me e até sair da cama sem um aconchego em ti me custa.

Custa tanto, não ter aquele beijo inconsciente…

Mas sou corajosa e saio da cama! Sem demoras, apanho-te no meu radar.
Quero-te perto, o meu corpo precisa de café pela manhã assim como precisa de ti o dia inteiro.
Bons dias e um beijo apertado,
Palmada na minha cueca e rabo em cima da bancada.

Ensina-me que a primeira refeição do dia é a mais importante,
Deixa-me saciada e esfomeada por ti o resto do dia.

© Krishna 2017 #69Letras

Deixar uma resposta