Sinto-te…

Sinto-te…

Sim, e tu sabes o quanto…

Da forma mais poética que existe, mas sem rimas nem palavras caras, só com a voz do desejo que nos une, que nos deixa loucos e à qual nos rendemos por completo.

Sinto o teu desvario no sangue que te corre nas veias, quente e borbulhante, como lava que escorre de um vulcão em erupção, prestes a ter mais uma explosão.

E o teu coração que bate descompassado na ânsia de que te toque, que a minha pele se funda na tua, que os meu dedos desvendem cada poro, como se de um mistério se tratasse, daqueles com um enredo indecifrável, pois há sempre mais algo, um gosto, um cheiro, uma palavra para decifrar.

Sinto a falta que te faço, mesmo que não queiras admitir, ou que não queiras fazer promessas, essa falta do meu corpo em ti, da mente que te seduz e da minha Alma que te serena nos momentos mais difíceis.

Sinto-te tanto, e tu sabes o quanto…

© Miss Kitty 2017 #69Letras

Deixar uma resposta