Regresso

Foram tantos dias e noites sonhando quando te veria.
Foram tantos anos sem te ter na minha cama, sem um carinho teu.
Sentir o teu corpo, ouvir a tua voz sussurrar safadezas ao ouvido,
O teu olhar que me fazia afundar e perder me na imensidão desse brilho de amor e paixão.
Sentia me perdida, vazia.
Quando aquele toque de telefone soou no silêncio do quarto, não quis acreditar.
Dizias que estavas de regresso, querias me rever, estar comigo
Matar saudades, mesmo que fosse por pouco tempo.
Pois o teu trabalho assim o exige.
O meu coração acelerou, o meu sorriso parecia de uma criança que recebe um doce
Sim, tu és o meu doce, o meu vicio.
Sinto a tua falta.
Quero voltar a sentir o calor do teu beijo, a ternura do teu olhar
A tua fome insaciável por mim.
Que bom! Regressaste!
©Lola 2017 #69Letras

Deixar uma resposta