Mulher e sua sexualidade

No século em que vivemos, já não deveria de haver preconceitos por parte das mulheres sobre a sua vida sexual e a forma como expressam.
Mas infelizmente, ainda existem muitas mulheres que tem dificuldade de se expressar e revelar os seus problemas sexuais, o que acaba por prejudicar as suas relações.
Pois uma relação não se vive só de amor e paixão, tem de haver sexo, comunicação, cumplicidade e parceria.
Posso afirmar que, em todas as situações que irei enumerar mais à frente, tem tudo haver com o ambiente familiar em que foram criadas, a educação que lhes foi incutida e por último os rótulos da sociedade.
Existem vários tipos mulheres e a sua forma de agir sexualmente, irei enumerar alguns, os mais comuns, embora existam muito mais.
Mulheres Frívolas Mulheres que para elas sexo e intimidade nada lhes diz. Não é algo que achem necessário numa relação. Tem sentimentos como qualquer uma, mas de forma peculiar. Para muitas de nos pode parecer sarcasmo, frieza.
Mulheres cépticas é o género de mulher que foi criada segundo os padrões da religião, e ter relações sexuais é só para procriação. Não são dadas a fantasias, mas não quer dizer que não as tenham. Só que ficam relutantes de exprimirem o que querem ao companheiro. Não alteram a rotina, tem hora e dia para o fazer. 
Mulheres carentes São mulheres que necessitam de carinho, ternura para se poderem sentir desejadas. Um gesto afectuoso pode ser o despertar dos sentidos delas. A rampa de lançamento para o acto do amor, em si. Estão disponíveis para qualquer fantasia dentro da normalidade. Impõe limites.
Mulheres emancipadas é o tipo de mulher casada, bem sucedida na vida. Casada com alguém bem mais velho que ela, que lhe dá a estabilidade e status. Mas ao mesmo tempo tem um amante para as suas escapadinhas exóticas ou profissionais. Para estas mulheres este tipo de sexualidade, intimidade é normalíssimo.
Actualmente, algumas coisas alteraram e este género de mulheres só se encontra na alta sociedade, porque na classe média as mulheres são solteiras, divorciadas ou viúvas e tendem a não querer ter relações fixas. Escolhem-nos por uma noite, ou semana e depois descartam-nos.
Mulheres Ninfomaníacas São mulheres que não conseguem controlar o seu apetite sexual e não se contentam com um só acto. Com uma imaginação muito fértil para fantasias
É considerado um vicio sexual compulsivo.
Nestes casos as mulheres tendem a ter vários actos sexuais até atingirem o orgasmo. Poderão fazê-lo só com um parceiro ou com vários, mas infelizmente nunca se sentirá satisfeita.
Este vicio por vezes prejudica a vida afectiva, mas actualmente existe tratamento para este caso especifico.
Sei que muitas se irão identificar, mas também muitas irão negar. Também sei que algumas irão dizer que os homens são iguais.
Sim, são. Mas não em todos os aspectos.
Como mulher, digo-vos, reflictam sobre os vossos actos, sobre a vossa postura perante os vossos companheiros. Tentem se colocar na outra posição.
 Se ainda não estiver perdido, reergam as vossas relações, deixem as vossas fantasias que só existem em pensamento, vir à tona.
Sejam altruístas.
Sejam felizes de novo.
©Lola 2017 #69Letras

Deixar uma resposta