Let´s talk about “Butt Stuff”

Queridos 69´nrs hoje o assunto é sério, não é, tava no gozo raramente consigo falar sobre alguma coisa mesmo,  mesmo, “à séria”.

No seguimento da semana passada vamos falar de coisas de que gosto e até esgotar isso vão levar com coisas deste género que assim quando se fala de algo que se gosta é como um vendedor a vender algo que realmente acredita que o seu produto é do melhor que há.

 

Cu, rabo, bumbum (prós 69´nrs que nos lêem lá para as terras de vera cruz 🙂 )

RABINHOOOOOO.

 

Ora bem já falei sobre isto com muito boa gente, mais com mulheres, confesso,  e a verdade é que a coisa tem muito que se lhe diga.

Sexo anal não é propriamente assunto assim de pequeno-almoço  e ainda é conversa tabu.

Muitas amigas minhas (que desconhecem a Misses Kat) falam como se fosse uma doença ou algo totalmente repugnante e pronto nem querem falar sobre isso comigo.

Eu cá gosto mais de fazer aos outros que me façam a mim, estão a ver aquele ditado que diz “Não faças aos outros o que não gostas que te façam a ti”?

ehehe pois eu sou do contra por isso faço e divirto-me muito a fazê-lo.

E como ????

Fácil, com um Strap-on ou qualquer coisa que sirva para o efeito, sou fã de plugs anais com e sem cauda e varinhas tailandesas yeahhhh varinhas adoro adoro.

Se confundi alguém com as varinhas é uma mistura de bolas tailandesas com varinha.

Deixo foto para terem uma ideia mais visual lol.

 

Agora entre nós e trazendo um pouco da conversa para o contexto do Universo BDSM vou-vos falar de inversão, uma prática que tanto pode ser feita num play ou entre marido e mulher

Sim porque não é exclusivo, mas nada mais é que uma inversão de papéis  em que a mulher penetra o homem com ajuda de um Strap-on ,ahhhhhh e deixem que vos diga que é coisa muito  agradável mesmo que o dito cujo não tenha vibração.

Simmmm, porque alguns Strap´s têm vibração tanto para o homem como para a mulher.

Eu particularmente gosto bastante de o fazer, e dá uma tesão dos diabos, acho que não há assim muita coisa que diga mais “És meu e todo meu ” que comer o rabiosque de alguém.

Existem muitas dominadoras que além da inversão em si fazem também feminização forçada o que assim muito resumidamente consiste em ter um submisso homem e quase transformá-lo numa mulher.

Exige bastante treino, creio que de ambas as partes, mas principalmente da Dominadora de ensinar o submisso a se comportar, vestir, andar de saltos, falar como uma mulher, maquilhar-se enfim tudo isso…

Mas um dia irei falar em detalhe sobre isto,  não quero fugir ao assunto principal.

Neste contexto existem outras práticas de que posso falar um pouco:

 

Figging– O que é?! Algo que vem directamente dos infernos, ahaha brincadeira,  é a inserção de gengibre no ânus que causa ardor e sensação de calor infernal, pelo que sei foi usado como tortura e realmente não se ponham a inventar de meter gengibre no rabo ou na vagina sem irem estudar um pouco sobre a preparação do gengibre senão ainda ficam em brasa lol.

Vão por mim que tenho uma história engraçada que mete gengibre preparado na altura e não fiz o TPC de testar em mim primeiro para ter noção do ardor então acabei por fazer depois do meu submisso já quase estar a explodir de “quentura” e lá vou eu toda lançada.

-Dá cá isso!!!Aiii não pode ser tão mau, estás a queixar-te muito, mariquinhas dum raio.”

Paguei pela língua que depois de ir tirar as teimas quem ficou a arder dos entrefolhos fui eu…LOL true story

 

Rimming– Anilingus, já chegam lá?! nada mais é que estimulação oral usando a língua, boca, dentes enfim o que mais gostarem, isto ajuda a relaxar o esfíncter já agora 🙂

 

Fisting– É a introdução da mão ou até o punho no ânus ou vagina 🙂 ahhhhh coragem

 

Enema Play– Este creio que quem pratica Medical Play deve achar mais piada, consiste em inserir água ou outros líquidos no ânus, pode ser uma boa forma de humilhação e tortura sexual.

 

Mas práticas à parte e desculpem lá se não me lembrar de todas mas o meu cérebro às vezes não quer colaborar.

 

Tanto num homem como na mulher tudo tem de ser feito com calmita e não entrar a matar (entrar a matar ahahah).

São músculos minha gente como tal podem ser exercitados a não ser que o vosso companheiro ou companheira vos apareça com um “monstrinho” e tirem logo daí o sentido.

Outra coisa as hemorróidas, não sou médica nem nada que o valha mas creio que muitas mulheres após terem parto normal  podem ter ficado com uma ou outra e tenham medo que isso complique, então nesse caso descartam logo qualquer play anal.

Bem pode sim complicar pois são veias que dilatam e pode sim causar desconforto até sangrar mas se não me engano existem pomadas para o efeito e nada que muita lubrificação à base de água e estimulação não resolva.

Não é motivo para dizer logo que não, pois também se não experimentarem não sabem que até pode ser bastante agradável  nem que não haja penetração existem outras formas de obter prazer né?

Outra coisa que vou já falar e pôr assim as cartas na mesa, higiene e tal e coisa.

Bem para esse feito temos umas bombas próprias para fazer lavagem do canal anal (até rimei) parecem umas pêras daquelas que fazem lavagem dos ouvidos mas um pouco maiores, também já vi uns adaptadores próprios para chuveiro mas sinceramente como o outro método é o que estou mais familiarizada e nem nunca experimentei outro não vou dar feedback….  mas não é nada que uma rápida pesquisa numa sexshop online não resolva, e certamente que assim vão esclarecer melhor sobre os artigos de lavagem anal.

Bem isto deixa logo esse pequeno inconveniente de lado e vão por mim,  é tudo traquiloooooooooo se é que me fiz entender.

A não ser que gostem de cenas mais abadalhocadas, então ignorem esta parte do texto.

 

Estimulação é muito importante assim como a lubrificação, acho que na verdade uma e outra andam de mão dada, não precisam de ir logo comprar um dildo de 22 cm que isso é receita pra desastre.

Comecem por coisas mais pequenas e se puder dar algum conselho optem por vibração, eu cá adoro um bom plug com vibração pode dar tanto prazer que nem vos passa pela cabeça, isto serve para homens e pra mulheres já agora.

 

E falando de HOMENS, sim vocês! Para os mais envergonhados deixem-se lá de coisas e que tal experimentarem com as vossas parceiras algo diferente!

Além de que isto pode trazer benefícios a longo prazo, sabem que os homens que têm orgasmos prostáticos têm menos hipóteses de vir a sofrer cancro da próstata? Ou se tiverem são detectados mais prontamente?!

Podia ir buscar algures na net as estatísticas mas não me apetece.

Mas deixo-vos um link catita pra não pensarem que estou a inventar babozeiras –Ler aqui! *

Orgasmo Prostático – Bem no BDSM chamamos de Milking ou Ordenhar fazer alguém vir-se desta forma que pode ocorrer sem qualquer outro tipo de estimulação, aliás pode ser tão intenso que o orgasmo pode ocorrer sem o pénis estar sequer erecto.

E esta hein?!!!

Ahhh pois é, ficaram com vontade de experimentar?! Não é muito difícil e a prática leva à perfeição.

Para quem faz se não quiser usar os dedos existem também uns plugs próprios para estimulação da próstata e assim escusam de ter de sacrificar unhas em prol de orgasmos ehehehe.
 
Espero não ter me esquecido de nada se esqueci podem sempre deixar um comentário que irei com muito gosto noutro dia falar sobre isso.
Para já ficamos assim,
Uma valente beijoca nesses rabinhos.
©Misses Kat 2017 #69letras
*link -https://www.tuasaude.com/massagem-prostatica/

2 comentários a “Let´s talk about “Butt Stuff””

Deixar uma resposta