Jardim de uma flor

A ti que perfumas o meu jardim primaveril com o teu sorriso, que espalhas alegrias mil como pétalas húmidas numa manhã de orvalhada, aquela euforia imensa e única por demais causada por um cupido louco e irresponsável, a primavera está para o amor como as abelhas estão para o néctar das flores, as flores belas do meu jardim neste beira mar plantado, tantos desgostam deste pequeno paraíso que tanto amo….

Não é paixão nem é fogo, és uma terra sísmica que abalas a minha vida, eloquência infernal quando os olhares se cruzam, a respiração que não se controla, os beijos que não se travam, este meu belo jardim regado de amor e carinho, tal miminho fugaz numa idade entorpecida, ai de mim a cuidar deste jardim que me sorri com tanta alegria….

São palavras levadas pelo vento do silêncio, palavras silenciadas por beijos arrebatados, neste silêncio infernal apenas se ouvem respirações intensas, não é tesão ou algo carnal, é mais, muito mais do que possas imaginar, muito mais do que possas sentir, eu sinto o que sinto, pois o meu jardim é o teu mundo, tu és o meu universo, a minha estrela cadente que me guia no caminho….

Não tenho jeito para a poesia, pois todos os poetas precisam de sentir paixão para se sentirem arrebatados, um desejo de muitos sentido por poucos, não posso ser mais do que sou, nem dar mais do que dou, se der demasiada agua, a flor morre apodrecendo, se não regar, a flor morre secando, tal é assim o amor, com o fogo da paixão, regando um pouco de cada vez….

Poderia escrever uma musica com o teu nome, mas não a saberia cantar como tu cantas, cada um tem as coisas em que se é melhor, sou cana rachada numa banheira vazia, tu és lírica num canto incomum, já diriam os poetas que os opostos se atraem, se tu és a flor, eu sou a abelha, seria a abelha que te saboreava, a abelha que te enamorava….

Sou um mero devaneio numa escrita de mil palavras, falo de sentimentos como quem fala de guitarras, mas mesmo tocando a minha bela guitarra ao fim do dia no meu jardim, faltas tu minha flor para dar sentido á minha musica, falta a tua voz para compor as estrofes de um amor, falta a paixão de um poeta neste texto sem cor….

 

NMauFeitio 69Letras® 27.02.2017

Deixar uma resposta