Já não estou…

Estou aqui.
Estou aqui contigo, mas quando abrires os olhos eu já não vou estar deitada ao teu lado.
Cedi à tentação de ser tua, mas agora preciso ir… Preciso fugir do pecado que tu és, da loucura que é dar-te o meu corpo sem pensar duas vezes…
Já não estou aí.
Já não estou aí mas levo comigo as marcas das tuas mãos cravadas na minha pele quando o desejo se tornou quase impossível de suportar. Levo na memória os nossos gemidos em uníssono. Levo o corpo ainda dormente. Levo o teu cheiro. Levo a vontade de te ter, mais do que satisfeita.
Quero ficar, mas preciso ir. Não posso ficar dependente do teu corpo. Não posso ficar e desejar-te 24horas por dia. Não posso amar-te, mais do que amo. Não posso esquecer a vida lá fora e fazer de ti a minha vida. Não posso seguir o coração. Hoje não…
Não posso…

©Raio de Sol 2017 #69Letras

Deixar uma resposta