Gulosa (só) de ti

Texto Erótico | M18 🔞🔞🔞🔞🔞

Por mais que expresse, que o diga, que as promessas estejam para breve, não atenua, não ameniza…
O desejo crescente de sentir esse calor, o nosso calor, de ver esse sorriso, o meu sorriso, de ver essa magia, a nossa magia reflectida, espalhada como os nossos corpos… Oh, esse desejo atormenta-me os dias, corrói a minha alma sedenta por nós…

Custa existir afastada dessas pequenas faíscas de vida que alimentam corpo e espírito que deambulam entre a calçada e as poças de água sem sentido até perscrutar o cheiro que acende os sentidos…

Não faço mais do que me arrastar por entre os dias, escrevendo e descrevendo o que almejo sentir na pele. Ter-te entre as pernas rendido e em sentido, deleitado com os meus movimentos, com o meu olhar que te grita os infindáveis desejos que me cravas na mente já fértil, regada pelas delícias das fantasias que partilhas sem pudores…
Pudor… Essa palavra, esse conceito parece não existir entre nós… Ser tua significa também ser eu. Toda eu. Sem filtro entre o que desejo, o que digo e o que faço…

F@da-se! Vem de uma vez por todas e arranca-me a máscara juntamente com a roupa, funde-te comigo enquanto me enterras o corpo contra uma parede…

Delicia-te, saboreia-me e obriga-me a sentir todos os efeitos que te causo. Castiga-me como se castigasses o tempo e o espaço por nos afastar, mói-me o corpo e repousa-me a alma com esse desejo que sinto preencher-me por dentro… Espalha pelo meu corpo a festa que o teu faz quando encontra o meu…
Como é bom… Como é perfeito sem nunca ser suficiente… Uma vez, mais uma vez…

© Vicky M 2017 #69letras

Deixar uma resposta