Finge…

Não digas nada…

Fecha os olhos e imagina, sente…

Só hoje, só esta noite, finge que me queres…

Sem promessas nem cobranças, muito menos moralismos ou pudores, sem limites…

Põe de lado essa luta interna entre o sagrado e o profano, o que é certo ou errado e a moralidade da Alma a que o teu corpo já não consegue obedecer…

Fecha os olhos e entrega-te, rende-te e esquece o resto do mundo por momentos…

Abandona-te ao aroma que o meu perfume exala, misturado com a pele, a esse cheiro único de luxúria e desejo…

Deixa-te levar pelo toque dos meus dedos que te arrepia ao explorar cada recanto do teu corpo, agora já em brasa…

Afoga-te no meu beijo sôfrego de ti e de sentir o teu gosto, um beijo que é tanto urgente como meigo, doce e demorado, que me faz perder a razão…

Cada gesto e cada respirar teu, que sinto intensamente na minha pele, provoca-me um turbilhão de sentimentos, um misto de dor e de prazer, por saber que é a fingir…

Sente-me transbordar de ti, do teu desejo, mesmo que seja só carnal, instintivo, animal mas sente-te em mim…

Hoje, só hoje, só esta noite, esta vez, não digas nada e finge que me queres, talvez um dia deixes de ter que fingir…

© Miss Kitty 2017 #69Letras


2 comentários a “Finge…”

  1. Não finjo, sinto, quero, mas que seja real, mais que virtual mais que sonhar mais que virtual já não me chega só me consome o que de racional me resta…

    1. Se não queres fingir é porque sentes… Do virtual ao real é um paço… quando se quer e se sente nada é impossível…
      Miss Kitty #69Letras

Deixar uma resposta