Calei o que senti

Afoguei-me nas palavras que não disse, voz muda a quem faltou a coragem de as proferir.
Calei o que senti
Guardei um segredo
Tao meu e tao vivo
Que nunca me desprendeu.
Fingi esquecer
Ou pareceu esquecer
Nunca ninguém o conheceu,
A dor
De quando metade de mim
Foi roubada.
Ninguém soube…
Só,
Com os meus lamentos
Vidrei meu olhar
No horizonte sem o fitar,
O amanhã deixou de ser uma hipótese
E o hoje o fardo pesado que tinha sozinha de carregar.
As lágrimas
Não mais nasceram,
A dor abafou
Os suspiros cessaram
E eu….

Apenas sobrevivi
Como consegui.

© Cátia Teixeira 69 Letras 2016

 

Deixar uma resposta