Beija-me!

Beija-me!… Não digas nada…
Beija-me apenas,…
Deixa que as nossas línguas se misturem, num enlace duradouro, apurado,
com a mestria da vontade caprichosa.
Com veleidade, sem sentido.
Beija-me apenas,…
Como quem mergulha num abismo salgado, ou num poço profundo,
ou num lugar imaginado, inventado, onde o desejo é a palavra de ordem.
E onde as almas não têm rosto, e os corpos nos baralham a razão,
Beija-me apenas,…
Percorre-me o corpo com esses lábios em chama,
saboreia a minha vontade,
procura o que há muito te prometi,
mas não digas nada….
….Beija-me apenas….
PSassetti #69Letras

Deixar uma resposta