Toque…

Toque…. Que em deixas embriagado…. Abalas os meus sentidos como um meteoro que entra na atmosfera…. Toque…. Sentido lato e profundo de um desejo…. Quando fecho os olhos e sinto os teus lábios contra os meus…. Toque…. Aquela primeira sensação do calor dos teus lábios contra os meus…. Sentir a perfeição e como ser o dono do mundo…. Toque…. Despido de ilusões o beijo que se enrola numa maré revolta…. Uma luta interminável onde o corpo pulsa vontades e desejos dos mais banais aos mais perversos…. Toque…. Uma língua que toca na outra e dançam as duas numa linguagem utópica…. Uma perfeição de mestria da natureza quando dois seres se ligam de uma forma tão simples…. Toque…. Quando as nossas mãos se cruzam durante o beijo…. Quando a firmeza das mãos quentes se transforma em toques delicados de mel…. Toque…. A ilusão que nada mais existe em redor…. Apenas um momento que é um grande momento que pode durar breves segundos…. Toque…. Em tudo o que tocamos e sentimos…. Da pele quente e macia há carne faminta e húmida…. Toque…. O toque dos meus dedos no teclado frio…. Mas de imaginação quente e insaciável…. Toque…. Toca e sente e diz-me o que sentes…. O teu toque é diferente do meu…. Toque….

Carp Diem

 

NMauFeitio 69 Letras® 25.02.2017

Deixar uma resposta