entrega o teu corpo nesta coreografia.

12360114_1634286496817081_8155129942064901282_n

 

 

Sou um amante da dança, chama-me piegas, maricas se mais radical quiseres ser, vem com as palavras que quiseres. No entanto a minha resposta para ti miúda é simples, entrega o teu corpo nesta coreografia deixa-te guiar nesta dança comigo, e vais ver esse pudor que trazes desaparecer, e ai tens a minha total aprovação de sentir a tentação de me querer junto a ti fazer-te tremer o corpo, não disfarces que estas rendida a minha dança, espera só terminar contigo esta melodia e vais implorar que dancemos entre teus lençóis, e ai depois diz que o roçar de nossos corpos não te cativam, aproveita bem cada passo o momento é único, e a melodias não são eternas e depois desta musica sigo deixando em ti um arrepio a cada repetição do refrão, e guarda contigo o orgasmo ao ritmo da valsa do desejo, fiz-te suar, desejar, tremer, gemer, em suma fiz-te dançar.

Ricco

Na verdade sinto falta de tudo o que tem a ver contigo.

Sabes do que sinto falta?

Na verdade sinto falta de tudo o que tem a ver contigo.

Mas sinto mesmo falta, daquela falta que chega a doer, conheces a sensação?, da nossa felicidade, da nossa urgência 24h sob 24h, de nos faltarem as palavras para descrever o que sentíamos, de quando um “Amo-te” (sabes à quanto tempo não escrevia esta palavra?! Oh céus que dor…) se tornava exageradamente pequeno para o quanto nos amava-mos, do companheirismo, da amizade, lembras-te das nossas conversas como se fossemos apenas dois amigos, ainda que namorados?


Desculpa meu amor, pelo texto quase corrido, mas quando falo de ti entusiasmo-me.


Com quem partilhas agora o teu dia-a-dia? Os teus problemas?
Lembras-te do encanto com que te olhava?
Do ar de tolinho apaixonado indisfarçável que me denunciava quando era suposto manter segredo?


O amor que trazia comigo, transbordava-me.


Ver-te sorrir fazia-me sentir o homem mais poderoso ao cimo da terra, capaz de conquistar este mundo e qualquer outro, ainda que a minha única riqueza e arma fosses tu.
E chegava-me! Eu, tu e o nosso amor, e eu seria eternamente rico e feliz.


A cada dia que passa esta ausência de ti, mata-me um pouco mais.

Alguém disse que olhos que não vêm, coração que não sente… Que grande mentiroso me saiu quem disse tamanha barbaridade.


Há meses que os meus olhos não te vêm e nem por isso o meu coração deixou de ser louco por ti.

KingOfMysteries #69Letras

Não acredito que me tenhas esquecido.

Conheci de ti, coisas que mais ninguém conhece…

Apaixonei-me por esse teu lado frágil e doce, que sempre fingiste não ter.

Despertei em ti a menina apaixonada que há muito havia adormecido e rendi-me a ti desde então.
Do que mais tenho saudades são dos nossos planos, quando olhávamos juntos na mesma direcção…

Porque para mim todas as estradas, todas as ruas, todos os caminhos, continuam a ir dar a ti.


Desculpa-me se estou enganado… Mas um amor como o nosso não se esquece, meu amor, não te continues a tentar enganar…


Não acredito que me tenhas esquecido.


Não acredito que não tenha saudades nossas.
Que consigas ouvir as nossas músicas e não pensar em nós.
Que te deites e não sintas falta das nossas conversas fora de horas e noite fora…
Que acordes e não sintas falta dos meus bons dias, dos mimos…
Da forma como cuidava de ti.
Até quando vais continuar a negar-te em ser feliz? Até quando me vais crucificar pelos erros que cometi em vez de nos dares uma oportunidade?
Até quando vais culpar o mundo pelo teu medo de arriscar?


Sempre o disse e continuo a dizer, por ti a eternidade é o tempo certo para esperar.


Porque no fundo acredito que, tal como eu, saibas que a nossa história ainda não acabou… Na verdade mal começou… E eu recuso-me a deixá-la incompleta!!

KingOfMysteries #69Letras

Conduz-me nessa dança até à cama

12376461_1633634856882245_5055649101290151182_n

 

Pega-me pelas mãos e lentamente dança comigo sob a luz que irrompe da porta entreaberta do frigorífico. Conduz-me nessa dança até à cama e não faças nada… abraça-me apenas, aninha-me nos teus braços e enrosca-me no teu corpo para que eu sossegue… só preciso sossegar.
Deixa-me usar uma das tuas t-shirts pela manhã para que eu possa ter algo teu comigo. Beija-me suavemente antes de sair e promete-me que me chamarás de novo para te sossegar e devolver-te o sono tranquilo depois de cairmos profundamente no amor.
~PensamentosDeAlexandra

é a magia da sedução num dia somos inverno no outro verão

11046475_1633518483560549_6165532267165949449_n (1)

 
Quando o dia começa, ainda com aquela luz timida do sol que aparece longinqua, faz-me lembrar de ti, aquele olhar timido e discreto, que sem dizer muito, vem com o despertar do sentimento, com o passar das horas o sol brilha já intensamente e a tua timidez fugiu es agora leviana na conversa mais intensa que desenrolamos, e eis que no por do sol, beira mar sentados, encostas a tua cabeça no peito foi um dia fogaz mas no qual te descobri. Tenho agora mais dias, mas são amenos e chuvosos, é a magia da sedução num dia somos inverno no outro verão, mas hoje, há hoje, vou ter-te do outono ao verão, falta de desejo não tenho, voltemos a essa sedução!

Ricco

Como o barco que te levou E de mim se esqueceu.

12360238_1633390543573343_7936828337699016831_n

 

Se um barco vier
e te levar…
Não esconderia em mim as ondas de espuma
As manhãs de nevoeiro onde
ao longe…
Se avistava um não sei quê de paisagem,
porém…
O que de lá vinha ficava gravado
numa memória sem som
onde apenas as nuvens serviam de
descanso.
Nas encruzilhadas era noite
E eu…
Eu não me importava…achava aquela lua
companheira!
Perguntava-me todas as noites se dormia
com ela.
A encruzilhada, era a razão de estar ali
Como o barco que te levou
E de mim se esqueceu.
Antes pensar que o labirinto
não me deixou partir….
Assim, não preciso contar a ninguém
que o que eu fazia ali
na encruzilhada da noite
era…
Esperar por ti!

Ela

Carta para o meu EU

12345531_1633378473574550_3264743963438788633_n

 

Querido EU,
Seguraste nas tuas mãos tudo o que te foi prometido anos atrás…
Lamento que o tenhas carregado tanto tempo. Mas é a vida!… ( como se costuma dizer) e esquecemo-nos das promessas que fazemos.
TU, no entanto, não esqueces as que te fizeram… isso é o mais difícil e sentes-te frustrado pelo que não atingiste, pelo que não saboreaste, pelo que não sentiste… pelo Não
Ou melhor, pelo que deixaste de atingir, pelo que deixaste de saborear, pelo que deixaste de sentir
Eu sei que o mundo é maluco, doido varrido… as pessoas o são e assim o tornam
Sei que o Amor nunca o é como deve ser …
Sei que às vezes as coisas doem, pessoas doem, pessoas fazem doer
Mas também sei que tudo passa… tudo passa! Nada é para sempre e TU vais superar e chegar ao outro dia inteiro, porque há beleza em tudo, se simplesmente assim o permitires.
Tentei por em palavras e escrever o que vi e TU me disseste… e acho que não falta nada, ou falta? Se sim diz-mo TU
Gosto de TU e sinto a tua falta.
EU
Só porque às vezes se escreve…
~PensamentosDeAlexandra